COMPARTILHE

Vídeo: A Mobilidade em Centros de Diagnóstico Por Imagem

Por José Antônio Gasque Júnior em 24 de novembro de 2016

 

Cada vez mais médicos utilizam os dispositivos móveis, seja celular ou tablet, na sua rotina de trabalho. Recentemente uma matéria na mídia contou a história de médicos que trocavam informações sobre casos clínicos via whatsapp. Independente de ser aplicativos comuns ou específicos para saúde, os médicos já adotaram o uso na sua rotina.

 

Segundo dados da Cello Health Insight – agência inglesa especializada neste mercado –, nove entre dez médicos já utilizam dispositivos móveis e aplicativos de conversa para dialogar com pacientes. A mobilidade nunca vai substituir a relação presencial entre médico  e paciente. No entanto, a mobilidade é mais uma ferramenta que traz agilidade para o médico trocar informação com o paciente, com outros médicos e também acessar dados em outras plataformas, como visualizar um exame ou acessar o prontuário do paciente.

 

Assista ao vídeo e entenda como a mobilidade impacta na rotina de instituições de saúde e na vida do paciente.

COMPARTILHE

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

8 dicas para evitar glosas

Mostramos 8 maneiras eficientes de evitar ou corrigir um dos problemas mais difíceis de lidar nas instituições de saúde: as glosas.

Como o RIS na Radiologia traz vantagens para as instituições?

Como o RIS na Radiologia traz vantagens para instituições de saúde? Como era antes e como deve ser agora com adoção de RIS pelas instituições de saúde.

Não deixe dinheiro na mesa: controle efetivo do faturamento hospitalar

Saiba quais são os segredos para garantir uma gestão eficiente e um faturamento hospitalar saudável

Acompanhe a Pixeon. Leia mais artigos ›