COMPARTILHE

Entenda a terceirização de laboratórios em um sistema automatizado

Por Fabíola Souza em 5 de abril de 2016

terceirização de laboratórioNa visão do paciente, o processamento do exame laboratorial é feito dentro da instituição escolhida para realização do procedimento, mas este é um engano comum. Por trás de um laboratório, existem empresas que colhem os resultados das amostras e, depois, enviam o resultado para que o ponto inicial faça a autenticação e entrega do resultado aos pacientes.

Porém, é comum que isso aconteça no setor laboratorial por dois motivos principais: otimização de rotina de trabalho e o alto custo de equipamentos médicos. É daí que vem o termo laboratório de apoio — conhecido pelas pessoas do ramo. Entenda melhor como a estrutura desse serviço funciona nas instituições.

Eficácia digital

O laboratório que decide utilizar instituições de apoio precisa de um sistema automatizado funcional para o gerenciamento da saída e entrada das amostras e dos resultados de exames, similar ao controle de produtos das fábricas. A matriz deve cadastrar todos os laboratórios de apoio, a precificação do serviço e o código da empresa para que exista um mapeamento efetivo e rápido das unidades distribuídas por ele.

Execução da amostra

Para o envio de amostras aos laboratórios de apoio, o sistema matriz precisa da requisição do exame completa para ajudar na realização do processo de execução do exame nos equipamentos da instituição terceirizada.

 

Depois disso, o laboratório solicitante gera um mapa de trabalho com os exames terceirizados e através do módulo de exportação, gerando um arquivo XML, que é enviado via sistema ao laboratório de apoio. Após os exames serem executados, o laboratório solicitante, entra no sistema do laboratório de apoio e gera um novo arquivo XML, que é exportado via módulo para a validação do bioquímico. Ele tem a autonomia de liberar, pedir repetição com ou sem nova amostra, mediante consultas feitas em relação a resultados anteriores, valores de referência ou histórico clínico do paciente.

Finalização do resultado

 

Esses três pilares principais permitem que, frequentemente, esse processo aconteça dentro dos laboratórios brasileiros e, muitas vezes, os pacientes desconhecem o trajeto que sua amostra percorre até o momento da retirada do resultado. A realização bem-sucedida desse serviço é feita principalmente graças aos sistemas laboratoriais automatizados disponíveis no mercado.

 

Para informações sobre o funcionamento computadorizado nos laboratórios, entre em contato conosco.

 

Conheça também:

Sistema de gestão laboratorial

COMPARTILHE

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

Por que apostar em tecnologia para saúde no mercado hospitalar?

Na última década, o mercado nacional de healthcare obteve avanços significativos utilizando a tecnologia para saúde para promover crescimento sustentável.

Os desafios da gestão laboratorial na rotina estratégica e operacional de um laboratório moderno e dinâmico.

Gerenciar um laboratório não é uma tarefa fácil. Além de ficar atento a diversas áreas diferentes dentro da instituição, um gestor precisa estar preparado para os mais diversos tipos de problemas que podem aparecer no dia a dia – provocados tanto por um paciente quanto por algum erro de um funcionário. Afinal, caberá a ele decidir como agir e resolver uma eventual emergência operacional no local.

A realidade do câncer no Brasil

O câncer é um problema de saúde pública mundial. De acordo com a OMS, os óbitos pela doença já atingem 8 milhões de pessoas por ano, um aumento de 40% nas últimas duas décadas. É a doença que mais cresce e pode chegar a 22 milhões de diagnósticos em 2030. Mesmo assim, a população ainda não tem hábitos considerados saudáveis para a redução dos riscos de ter a doença.

Acompanhe a Pixeon. Leia mais artigos ›