COMPARTILHE

Entenda em 5 etapas a sistematização da assistência de enfermagem

Por Jéssica Nunes. em 20 de janeiro de 2016

sistematização da enfermagem

Em uma grande instituição de saúde, é crucial ter controle e entender o fluxo de trabalho de toda a equipe. Para os enfermeiros, existe a sistematização da assistência de enfermagem, aplicação que tem por objetivo de auxiliar os enfermeiros no processo de acompanhamento de pacientes. A partir disso, os procedimentos decisivos e as avaliações podem ser analisados com a ideia de aperfeiçoar, desenvolver e solucionar as questões do trabalho dos enfermeiros.

 

Para entender melhor como funciona essa metodologia clínica, separamos em cinco etapas a sistematização da assistência de enfermagem. Confira!

 

#1 Histórico do Paciente

O primeiro passo para o atendimento de um paciente é a busca por informações básicas para entender como deverão ser os cuidados da equipe de enfermagem. Um passo importante, por exemplo, é saber se a pessoa é alérgica a um determinado medicamento. A coleta de dados nessa etapa é crucial para dar mais assertividade na sistematização da assistência de enfermagem.

 

 

#2 Diagnóstico de Enfermagem

Na segunda fase enfermeira, após avaliar os dados coletados e o estado geral do paciente, identifica as problemas de saúde (podem ser reais ou potenciais) para realizar o plano de ação da equipe de enfermagem. É a identificação do grau de dependência do paciente e quais necessidades devem ser supridas pela enfermagem.

 

 

#3 Plano de assistência

Após entender o histórico do paciente, a enfermeira incluirá o plano de atendimento no prontuário eletrônico (PEP). Porque na etapa anterior foi realizado o diagnóstico da enfermagem. De acordo com a sistematização da assistência de enfermagem, a ideia é que aqui os enfermeiros possam atuar para prevenir, controlar ou resolver os problemas de saúde do paciente.

 

#4 Execução do diagnóstico

A partir das informações da sistematização da assistência de enfermagem, a equipe de enfermeiros iniciará o tratamento do paciente com exames, medicação ou cuidados básicos de higiene pessoal.

 

#5 Evolução

Por fim, os enfermeiros atualizarão o prontuário do paciente por meio da sistematização da assistência de enfermagem para incluir a avaliação de atendimento para analisar se é possível dar alta médica. Nessa etapa, o prognóstico é a chave da finalização do cuidado hospitalar.

 

Conheça mais sobre a sistematização da assistência de enfermagem (SAE) e outras soluções que a Pixeon pode fornecer à sua empresa entrando em contato com nossa equipe de especialista.

 

Conheça também:

gestão hospitalar

 

 

COMPARTILHE

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

Radiologia: os benefícios do armazenamento na nuvem

O cloud computing, conhecido também como armazenamento de dados em nuvem, está presente em muitos setores da economia. Confira o infográfico e saiba mais sobre o assunto.

A importância da Internet das Coisas para impulsionar os negócios

Definir exatamente o termo Internet das Coisas (IoT – do inglês “Internet of Things”) é um tanto quanto pretensioso, devido a diversidade de cenários que possibilitam o uso dessa tecnologia.

Por que um RIS em cloud traz mais eficiência para gestão de centros de diagnóstico por imagem?

Centros de diagnóstico por imagem e setores de radiologia digitalizados já não são novidade há muito tempo. Garantir máxima eficiência é uma tarefa desafiadora. A área de radiologia já lida naturalmente com uma grande quantidade de informações. Conciliar diferentes tipos de exame, informações do paciente e cobrança de planos de saúde são só alguns dos processos pelos quais essas instituições passam.

Acompanhe a Pixeon. Leia mais artigos ›