COMPARTILHE

A importância de gerenciar os custos da clínica em tempos de crise

Por Pixeon em 28 de dezembro de 2015

gestão de custos na criseA crise econômica chega para todos os setores no nosso país. No segmento da saúde, para que a economia não engula o negócio, as palavras de ordem são organização e produtividade. Assim, é de extrema importância gerenciar os custos e aumentar a eficiência da clínica em tempos de crise.

 

Uma ferramenta importante para gerir o tempo em uma clínica é o RIS. Por meio do RIS é possível ter o controle do momento da chegada do paciente, monitorar o tempo que aguardou na recepção e sendo atendido, até sua saída da unidade. Tendo esse controle, é possível estabelecer metas para cada área ou profissional e, assim, aumentar a produtividade da clínica e fazer controle do tempo de atendimento de cada paciente em cada etapa do atendimento.

 

O sistema permite a extração de relatórios que mostram todo o fluxo de trabalho da clínica, o que torna possível identificar gargalos no trabalho, por exemplo, que podem causar demoras ou geram menos agendamentos. Encontrando os problemas no processo, é possível atender mais pacientes, prestando um melhor serviço. O sistema também detecta, por exemplo, que quais são as faixas de horário que têm mais movimento, o que permite uma melhor organização da equipe para cobrir horários de pico.

 

Outra ferramenta importante, que precisa de atenção para gerenciar os custos de uma clínica, é a agenda. Ela organiza os pacientes desde o momento da entrada, seguindo por todo o fluxo até o fim do atendimento. Além disso, há ferramentas que auxiliam para o preenchimento completo da agenda, o que torna os dias mais proveitosos para a clínica e minimiza as faltas de pacientes.

 

Este primeiro atendimento de agendamento é importante, mas mais importante que ele é o cadastro do paciente. Ao chegar na clínica e ser atendido, a atendente faz o cadastro dos dados de todos que passam por ali. Esta etapa é de extrema importância, desde para a identificação dos exames, até para o faturamento no final do atendimento. Com todos os dados coletados corretamente, dentro do fluxo que o sistema oferece, evita-se erros e, consequentemente, minimiza a possibilidade de glosas.

 

Para gerenciar os custos de uma clínica de forma efetiva, também é preciso pensar na entrega de exames. Para economizar em custos de impressão e papel, além de fornecer praticidade aos clientes, é importante oferecer a possibilidade de pegar resultados de exame pela internet. Neste caso, o corte de gastos e desperdício de tempo também beneficia o paciente, que não precisa ir até a clínica pegar seus resultados.

 

Utilizar um sistema que gerencia todo o fluxo de trabalho da instituição de saúde, aumenta a agilidade e dá fluxos claros ao trabalho de cada profissional envolvido no processo. Gerenciar os custos de uma clínica não é tarefa fácil. Entretanto, há ferramentas e sistemas extremamente capazes de tornar essa tarefa mais fluida.


Quer saber mais sobre os sistemas que podem ajudar a gerenciar os custos de uma clínica? Entre em contato com nossa equipe e tire suas dúvidas!

 

Conheça também:

call-to-action2-04

COMPARTILHE

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

8 dicas para evitar glosas

Mostramos 8 maneiras eficientes de evitar ou corrigir um dos problemas mais difíceis de lidar nas instituições de saúde: as glosas.

Como o RIS na Radiologia traz vantagens para as instituições?

Como o RIS na Radiologia traz vantagens para instituições de saúde? Como era antes e como deve ser agora com adoção de RIS pelas instituições de saúde.

Não deixe dinheiro na mesa: controle efetivo do faturamento hospitalar

Saiba quais são os segredos para garantir uma gestão eficiente e um faturamento hospitalar saudável

Acompanhe a Pixeon. Leia mais artigos ›