COMPARTILHE

A revolução da saúde móvel

Por Pixeon em 23 de outubro de 2015

shutterstock_125652512A inserção dos dispositivos móveis na rotina das pessoas tem transformado o modo de realizar tarefas cotidianas. Hoje, há uma infinidade de apps que suprem necessidades rotineiras, como pagar contas, enviar mensagens e fazer compras. O setor de saúde e bem-estar também quer conquistar um espaço nesse mercado cada vez mais popular com a denominação MHealth, algo como saúde móvel — na tradução livre.

 

No mercado de MHealth, empresas já desenvolvem aplicativos dedicados ao consumidor final que ajudam a gerenciar a alimentação, exercícios físicos, notificam o horário do remédio. Uma das grandes gigantes desse setor anunciou o investimento em um app que permitirá a troca de informações entre os usuários, operadoras de saúde e seguradoras.

 

Mas não há um só player investindo nesse tipo de tecnologia, já que para 2017, o setor móvel de saúde, MHealth, espera gerar uma receita média de 23 bilhões de dólares e o Brasil deverá representar 45% desse crescimento, segundo dados da pesquisa Touching Lives through mobile health: Assessment of the Global Market Opportunity.

 

No lado médico, já existem aplicativos colaborativos para que os clínicos possam conversar sobre diagnósticos de pacientes, vídeo chamada entre especialistas e acompanhamento da saúde do paciente. A tecnologia permite até que especialistas deem uma segunda opinião sobre um laudo ou diagnóstico.

 

As soluções de MHealth podem otimizar processos da área hospitalar, gerando mais conforto e confiabilidade para os pacientes. Por fim, mais uma vez, a tecnologia vem para ajudar a melhorar a nossa vida, como um todo.

 

Quer conhecer mais sobre os benefícios da MHealth? Entre em contato com nosso time de especialistas, sempre pronto a te atender.

 

Conheça também:

marcação web de exames

COMPARTILHE

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

8 dicas para evitar glosas

Mostramos 8 maneiras eficientes de evitar ou corrigir um dos problemas mais difíceis de lidar nas instituições de saúde: as glosas.

Como o RIS na Radiologia traz vantagens para as instituições?

Como o RIS na Radiologia traz vantagens para instituições de saúde? Como era antes e como deve ser agora com adoção de RIS pelas instituições de saúde.

Não deixe dinheiro na mesa: controle efetivo do faturamento hospitalar

Saiba quais são os segredos para garantir uma gestão eficiente e um faturamento hospitalar saudável

Acompanhe a Pixeon. Leia mais artigos ›