COMPARTILHE

O que é controle de qualidade laboratorial?

Por Pixeon em 7 de junho de 2017

controle de qualidade laboratorial

O resultado de um exame pode mudar a vida de um paciente. Por isso, na área médica, não se pode dar margem a erros e é preciso ter cuidado redobrado com o serviço oferecido. Por isso as unidades de saúde precisam fazer um trabalho sério de controle de qualidade laboratorial.

 

Calibragem dos equipamentos

 

Para efetivar esse processo de qualidade, antes de dar início à rotina do seu dia, o laboratório coloca o kit reagente em cada equipamento para aferí-lo. Por exemplo, para fazer um exame de colesterol, é preciso colocar no equipamento que realiza o exame um soro controle para aquele tipo de procedimento específico, além de um produto que já vem com um valor pré-definido de fábrica. Esse kit reagente funciona como um material real de exame, cujo resultado já é conhecido, e é utilizado para testar a precisão do aparelho, garantindo que os resultados de exames de colesterol feitos naquele dia saiam corretos.

 

Leia também o nosso e-book sobre controle de qualidade em laboratórios.

 

Desta forma, o controle de qualidade laboratorial funciona como uma segurança para o laboratório, pois evita erros em exames cujo resultado vai impactar diretamente na vida do paciente, como por exemplo um resultado de HIV ou teste de gravidez. Em caso de falso positivo ou negativo, o laboratório pode ser processado e ter sua credibilidade questionada no mercado, fazendo com que perca pacientes leais ou potenciais novos.

 

Certificações e programas de acreditação de controle de qualidade laboratorial

 

Para que as clínicas e laboratórios tenham sua qualidade atestada e reconhecida, hoje em dia existem diversas certificações e acreditações na área da saúde. Para chegar até essas qualificações, além de manter-se dentro da legislação brasileira, é necessário haja a rotina diária do controle de qualidade de todos os equipamentos e dependências do laboratório. Além da calibragem dos equipamentos, outras variáveis podem influenciar na alteração de um resultado, como a temperatura de uma sala, ou, muitas vezes a iluminação. Por isso, cultivar uma rotina de controle de qualidade laboratorial faz total diferença na credibilidade dos resultados entregues por determinada unidade.

 

Um sistema de gestão capaz de identificar alterações de resultados muito fora da curva e organizar a rotina de controle de qualidade, evita que se realize exames em equipamentos que não estão calibrados, ou bloqueia resultados de exames que estejam fora do desvio padrão. Desta forma, é possível garantir a credibilidade do serviço prestado ao paciente, evitando transtornos e auxiliando na conquista das certificações.

 

Investir em um sistema que auxilie no controle de qualidade dos resultados só traz benefícios ao seu laboratório. Caso tenha interesse em saber mais ou tenha dúvidas sobre o assunto, entre em contato com nossa equipe de especialistas e conheça mais sobre nossas soluções.

 

Conheça também:

call-to-action2-08

COMPARTILHE

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

Pré-requisitos para escolher um bom parceiro de TI na saúde

Quais os pré-requisitos para escolher um parceiro de TI na saúde? Elencamos pontos importantes para a relação fornecedor-instituição.

8 principais acertos do CIO Hospitalar

David Oliveira – consultor e fundador da DECIDA e sócio-diretor da ItechMed – listou os principais acertos do CIO Hospitalar. Confira o infográfico.

Tecnologias de gestão em saúde eficazes para hospitais

As tecnologias de gestão em saúde são fundamentais para garantir a eficácia do hospital. Saiba quais os principais equipamentos e como utilizá-los.

Acompanhe a Pixeon. Leia mais artigos ›