COMPARTILHE

Hanging Protocols e a otimização do tempo do radiologista

Por Pixeon em 23 de julho de 2015

hpAntes do surgimento de soluções digitais e on-line, que facilitam a vida do médico radiologista no momento do laudo, era necessário trabalhar com filmes e papel. Para analisar os exames em filme, os radiologistas utilizavam um aparelho chamado negatoscópio – aquela ‘caixa de luz’ que deixava os negativos dos exames claros para análise. Daí surgiu o nome “Hanging Protocols” ou, em tradução literal, protocolos de “penduramento”, já que todos os exames ficavam, literalmente, pendurados. No Brasil, essas ferramentas são mais conhecidas como Protocolos de Visualização.

 

Embora o processo tenha sido otimizado ao longo do tempo, o nome Hanging Protocols continua sendo usado para definir o modo de organizar cada imagem do exame em uma ou várias telas para fazer o laudo.

 

Hoje em dia, utilizando uma solução digital para fazer um laudo, o médico radiologista, em geral, utiliza 3 monitores – um menor, de apoio com dados do paciente, convênio, anotações do médico referente, etc; outros dois maiores, para ter uma visualização completa das imagens e fazer o laudo.

 

Os médicos radiologistas são um recurso cada vez mais escasso e, consequentemente, são muito sobrecarregados. Assim, cada minuto de trabalho economizado gera ganhos para uma instituição. Ao longo do dia, eles precisam fazer diversos laudos, analisando vários tipos de exames diferentes. Utilizando um sistema PACS, é possível tornar a rotina do radiologista mais dinâmica e produtiva, possibilitando que ele organize as imagens de acordo com a sua preferência nos monitores e salve seu Hanging Protocols ideal para cada tipo de exame. Assim, cada vez que ele precisa ver as imagens de um exame de tórax, por exemplo, basta selecionar o Hanging Protocol salvo anteriormente para esse tipo de exame e as imagens são organizadas automaticamente nos monitores de acordo com sua preferência.

 

Assim, por meio de ferramentas que tornam o trabalho do radiologista mais fácil e ágil, é possível otimizar a produtividade da instituição, aumento a quantidade de pacientes atendidos sem aumentar a quantidade de recursos disponíveis.


Quer saber mais sobre Hanging Protocols e outras ferramentas que podem tornar sua instituição mais rentável? Entre em contato com nosso time especializado!

COMPARTILHE

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

Pré-requisitos para escolher um bom parceiro de TI na saúde

Quais os pré-requisitos para escolher um parceiro de TI na saúde? Elencamos pontos importantes para a relação fornecedor-instituição.

8 principais acertos do CIO Hospitalar

David Oliveira – consultor e fundador da DECIDA e sócio-diretor da ItechMed – listou os principais acertos do CIO Hospitalar. Confira o infográfico.

Tecnologias de gestão em saúde eficazes para hospitais

As tecnologias de gestão em saúde são fundamentais para garantir a eficácia do hospital. Saiba quais os principais equipamentos e como utilizá-los.

Acompanhe a Pixeon. Leia mais artigos ›