COMPARTILHE

10 vantagens do uso do Prontuário Eletrônico - PEP

Por Pixeon em 10 de março de 2015

Muitas vezes, o atendimento do paciente em uma clínica ou hospital precisa do envolvimento de várias especialidades, Cardiologia, Oftalmologia, Oncologia, Nefrologia e profissionais de Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiólogo, Nutricionista, Fisioterapeuta entre outros. Além disso, o atendimento pode acontecer em vários locais do hospital, ou até em uma unidade diferente da instituição. Assim, para que os processos ocorram com segurança e nenhuma informação se perca de um atendimento para o outro, é importante que todos os dados estejam organizados de modo a produzir um contexto que servirá de apoio para decidir que tipo de tratamento será adotado para o paciente.

 

Desta forma, tanto como uma equipe competente e empenhada, a utilização de informações e do conhecimento sobre paciente também são responsáveis por um diagnóstico e tratamento acertados. Há alguns anos, essas importantes informações eram compiladas no prontuário físico, o que dificultava cruzamento de dados, transporte e entendimento por todas as equipes, visto que cada instituição usava seu próprio formato de documento. Isso resultava em uma análise fragmentada sobre a saúde, ou mesmo a impossibilidade de conseguir registros mais antigos de cada paciente e extravio destes prontuários que concentram o histórico clinico.

 

Hoje, com a evolução da tecnologia para as áreas da saúde, são inegáveis as vantagens do uso do Prontuário Eletrônico como um meio de comunicação entre os membros da equipe responsáveis pelo atendimento. Conheça os 10 principais benefícios dessa solução:

 

1 – O PEP permite a possibilidade de manter registros por tempo indeterminado sobre cada paciente;

 

2 – Qualquer pessoa com acesso ao documento pode fazer filtros e buscas internas, por data, por médicos responsáveis, ou por data de procedimento, por exemplo;

 

3 – O acesso é remoto e pode ser feito simultaneamente, por vários profissionais de saúde envolvidos no tratamento;

 

4 – O mesmo acesso remoto, aliás, permite ao médico responsável acessar e editar o prontuário eletrônico de qualquer lugar do mundo, em que tenha acesso à internet;

 

5 – Segurança de dados: com um sistema seguro, o prontuário eletrônico é uma forma confiável de guardar os dados do seu paciente;

 

6 – O mesmo se dá em relação à confidencialidade, pois apenas usuários liberados podem ter acesso monitorado ao prontuário eletrônico;

 

7 – O prontuário eletrônico está no sistema de HIS e este pode se integrar com RIS e PACS, por exemplo, o que torna ainda mais fácil o acesso de múltiplos profissionais de saúde envolvidos no tratamento;

 

8 – É possível o anexo de outros materiais, como exames, anotações e até mesmo indicação de intolerância do paciente a algum medicamento;

 

9 – Erros de transcrição e legibilidade são eliminados;

 

10 – O sistema possibilita assinatura eletrônica do médico que está linkada diretamente ao seu CRM.

 

Ficou em dúvidas sobre as vantagens do uso do Prontuário Eletrônico? Nossa equipe está à disposição para esclarecê-las, entre em contato!

COMPARTILHE

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

Pré-requisitos para escolher um bom parceiro de TI na saúde

Quais os pré-requisitos para escolher um parceiro de TI na saúde? Elencamos pontos importantes para a relação fornecedor-instituição.

8 principais acertos do CIO Hospitalar

David Oliveira – consultor e fundador da DECIDA e sócio-diretor da ItechMed – listou os principais acertos do CIO Hospitalar. Confira o infográfico.

Tecnologias de gestão em saúde eficazes para hospitais

As tecnologias de gestão em saúde são fundamentais para garantir a eficácia do hospital. Saiba quais os principais equipamentos e como utilizá-los.

Acompanhe a Pixeon. Leia mais artigos ›